Linha do Tempo (1901-2016)

Linha do Tempo (1901-2016)

1946

Novo nome

Boletim de aluna exibindo o novo nome da Escola Alemã, modificado durante o Estado Novo de Getúlio Vargas.

1942

Interventor

Com a adesão do Brasil à guerra, é imposto um interventor para a escola. Mudanças ocorrem, a escola se torna um ginásio brasileiro, mudando o nome de “Villa Marianna Schule” para “Ginásio Benjamin Constant”. Durante a gestão do interventor, o ensino de alemão foi proibido.

1940

Entidades Legais

A Escola e Associação são registradas como entidades legais. Graças a esse registro, o reconhecimento por parte das autoridades brasileiras do Curso de Comércio e a anterior adaptação dos cursos de primário e ginásio às leis impostas pelo governo brasileiro, a escola, já com 800 alunos e 26 professores, não correu risco de dissolução com o início da Segunda Guerra Mundial.

1939

Curso de Secretariado

O curso comercial teve tanta receptividade que a Escola Alemão abriu a “Escola Técnica de Comércio Vila Mariana” e passou a oferecer aulas tanto no período da tarde como no noturno. Neste mesmo ano começou a funcionar o Secretariado.

1936

35 anos

Com 35 anos de fundação, a escola mantém suas características no ensino alemão e, da 7ª à 9ª série, dá-se a preparação para a escola técnica de comércio. A partir de então, o Colégio passa a chamar-se “Escola Técnica de Comércio de Villa Marianna”.

1935

650 alunos

O colégio atinge o número de 65o alunos.

1934

Novas salas de aula

Do lado oposto do terreno da escola, diante do prédio principal, com frente para a Rua José Antonio Coelho é instalado o salão de Educação Física que deve servir também como salão de festas. No andar superior são instaladas as salas de aula que hoje alojam o primário.

1930

Dr. Mathias Demer

Com a posse do Dr. Demer como diretor, tem início uma nova etapa de desenvolvimento da escola. A 9ª série é implementada.

1926

25 anos

O colégio comemora 25 anos de fundação.

400 alunos e 14 professores contribuem para o sucesso da festa.

1924

Prédio para 300 alunos

De amplas proporções e construção moderna para época, finalmente temos um prédio para 300 alunos.

1923

Pedra Fundamental

Em 1923, foi colocada a pedra fundamental do atual prédio principal.

1921

Jardim de Infância

É aberta a primeira turma de Jardim de Infância.
Ao alemão e português é acrescentado o inglês como terceira língua  integrante do currículo.
O número de alunos cresce e surge novamente o problema de espaço.

1919

Maior ensino de Português

O governo brasileiro, na época da 1ª guerra, adquirindo uma maior consciência nacionalista, decreta seja dado um maior espaço para o ensino da língua e estudos sociais em português nas escolas.

1914

Ampliação do Terreno

Esse terreno é ampliado pela compra de mais um, dessa vez, de 910m²

1908

Novo Prédio

90 alunos mudam-se para um prédio com 3 salas de aula e uma biblioteca construído no terreno adquirido em 1905

1905

Rua Eça de Queiroz

Um terreno de 680m², situado na Rua Eça de Queiroz, é comprado.

1903

Diretor

O professor Johannes Keller assume o cargo de Diretor, onde permanecerá por 27 anos, ampliando sempre as instalações da escola.

1902

34 alunos

O número de alunos matriculados chega a 34.

1901

Mudança

Em Julho, alunos e professores mudam-se para uma pequena casa rodeada por um jardim na esquina das Ruas Domingos de Morais com José Antônio Coelho.

Início do ano letivo

Em 4 de Fevereiro, teve início o ano letivo com 20 alunos, sendo 8 meninos e 12 meninas em uma casa alugada na Rua Vergueiro, 266.

O Sr. Wintersberg, até então professor particular formado na Alemanha, assume as aulas.

Fundação

No dia 6 de Janeiro foi fundada, por 22 homens, a Associação Escolar de Villa Marianna.